6 dicas para beber mais água

Para quase todo mundo, beber uma quantidade adequada de água todo dia é um sacrifício diário. Enquanto os especialistas não conseguem chegar a um consenso da quantidade recomendada, não há dúvidas de que a ingestão desse líquido pode ser extremamente benéfica ao nosso organismo. Aqui vão algumas dicas para tornar o ato de beber água um hábito diário!

water-drink-glass-drinking

  1. Programe lembretes: É muto fácil esquecer de beber água durante a correria do dia. Exitem vários apps que podem te ajudar a manter o controle do seu consumo diário. Você também pode programar alarmes no seu celular, a tecnologia não é maravilhosa?
  2. Tente comer: Se tomar um copo d’água pra você é um martírio, talvez seja uma boa idéia consumir alimentos que contenham grandes quantidades deste líquido, como por exemplo melancia, alface, morangos e abobrinha!
  3. Adicione sabor: Caso seu problema na hora de beber água seja a ausência de sabor, tente adicionar algumas frutas ou ervas para saborizar, como limão, hortelã ou pepinos.
  4. Compre um copo com canudo: Isso foi definitivo para mim, tenho dentes sensíveis e beber água gelada no verão sempre foi um processo lento, e por consequência eu bebia menos. Desde que investi em um copo bem lindo com canudo bebo com muita facilidade muitos copos!
  5. Lembre-se dos benefícios: Você é uma pessoa que foca muito nos resultados? Então focar nos benefícios que a ingestão adequada de água trás vai te ajudar. Ela ajuda a melhorar a aparência da pele, colabora com a perda de peso, aumenta seus níveis de energia e elimina as toxinas do corpo, tá bom ou quer mais?
  6. Mantenha sempre próxima: Esse é o maior segredo, na minha opinião, mantenha várias garrafinhas cheias espalhadas nos lugares que você mais frequenta em casa ou no trabalho. Próximo dos olhos, próximo do coração! Acredite, com esse método você vai beber mais.

Você usa alguma outra tática? Tem alguma receita preciosa? Compartilhe nos comentários, vou adorar saber!

Beijinhos ❤

Anúncios

Planejando o menu da semana: minha experiência

Hoje quero conversar com vocês sobre uma dificuldade que eu passo aqui em casa e acredito que muitos de vocês também sofram: decidir o que fazer para comer. Claro que nem todo mundo almoça em casa, mas cozinhar seu próprio almoço pode ser uma ótima opção em tempos que os restaurantes por quilo estão pela hora da morte.

Agora vem o momento confissão: eu sou muito fresca/chata/seletiva para comida. Tenho muita dificuldade pra comer alguns alimentos e isso faz com que minha alimentação na maioria dos dias não seja das melhores e meu corpo já dá sinais de que não suportará por muito tempo esse meu descaso com ele Como nosso corpo é nosso maior patrimônio a uma semana atrás decidi tomar uma atitude para ter uma alimentação melhor e talvez até economizar um pouco nos meus gastos com alimentação.

lunch

Aqui no Brasil, na maioria das casas a refeição mais importante é o almoço, e aqui em casa não é diferente! Por isso ele foi meu alvo para o início da mudança dos meus habitos alimentares. O almoço era composto de uma carne (geralmente bovina), arroz, algum outro carboidrato como batatas ou massa (porque eu não como arroz), feijão e uma saladinha tímida composta por no máximo dois vegetais e temperada apenas com sal e azeite. Como tenho muita dificuldade em comer vegetais, a ausência de sabor na salada fazia com que eu quase sempre dispensasse a pobrezinha. Meu prato era composto basicamente de um pedaço de carne e uma porção generosa do carboidrato alternativo ao arroz, super nutritivo só que não.

Decidi que pra fazer isso dar certo era preciso planejamento, como em tudo na vida, então pensei no que iria cozinhar no almoço durante duas semanas (excluindo os fins de semana, pois raramente almoço em casa). Decidi que gostaria de reduzir a quantidade de carne bovina que como, para isso determinei um dia na semana sem nenhum tipo de carne, um dia de frango e, como moramos no litoral, um dia de peixe. Achei que seria mais fácil de planejar se os dias “diferentes” fossem fixos na semana, então nomeei a quarta feira como o dia vegetariano e a sexta feira como o dia do mar. Depois foi só pensar em receitas que se combinassem para montar o menu de cada dia. Olha só uma semana do meu:

  • Segunda-Feira: Frango marinado ao molho pesto, arroz integral sete grãos, batatas inglesas ao murro e “macarrão” de abobrinha e cenoura.
  • Terça-Feira: Bife bovino grelhado, lentilha com cebolas carameladas, arroz integral cremoso, salada de alface e tomate com molho de mostarda.
  • Quarta-Feira: Picadinho de cogumelos frecos e berinjela com purê de batata baroa, salada de tomate e cebola com quinoa.
  • Quinta-Feira: Penne integral à bolognesa, salada de tomate e cebola com trigo para quibe.
  • Sexta-Feira: Filés de peixe branco no papillote temperados com limão, risoto de limão siciliano, salada de pepino “sunomono”.

Por enquanto está sendo um sucesso aqui em casa, mas é um processo bem trabalhoso aprender as quantidades necessárias para não sobrar muita comida. Sempre que sobra algo comemos no jantar aqui em casa, então não há desperdício, mas quero mesmo é acertar a quantidade e não sobrar nadinha! haha

Vou tentar tirar algumas fotos com o celular mesmo para vocês verem como estou me saindo. Continuarei compartilhando meus aprendizados aqui com vocês, espero que gostem!

Beijinhos ❤

Dicas para uma noite mais tranquila

Nada mais indispensável pra um dia feliz do que uma boa noite de sono, não é mesmo? Porém se você, assim como eu, sofre para pegar no sono olha só essas dicas ótimas que funcionam super bem pra você dormir como um anjinho (ou um cachorrinho)!

love-animal-dog-pet

  • Tenha uma rotina noturna: Fazer todas as noites o mesmo ritual e ir para cama sempre na mesma hora ajuda seu corpo a “entender” que é hora de desacelerar e se preparar para o descanso.
  • Desligue-se de tudo: Isso a gente sabe muito bem, né? Ficar vidrada no celular antes de dormir não ajuda nadinha, equipamentos eletrônicos estimulam o cérebro e mantém ele alerta. Não durma com a TV ligada e nem com o celular embaixo do travesseiro. Coloque seu telefone no modo para não receber notificações e tente ler um livro antes de dormir ao invés de ficar olhando o instagram!
  • Tome um bom banho: Um banho quente pode ajudar você a relaxar e se desligar depois de um dia caótico. Tente fazer isso antes de ir para a cama e veja como seu corpo naturalmente se acalma e fica mais receptivo ao sono. Usar velas ou óleos perfumados durante o ritual ajuda bastante.

bed-bedroom-room-furniture

  • Mude de lugar: Se depois de algum tempo você perceber que o sono não está vindo, levante-se. Tente ler um livro ou dar uma volta pela casa, evite recorrer aos eletronicos, procure manter seu corpo no modo “off”. Quando passamos muito tempo na cama fazendo coisas que não são dormir, nosso cérebro assimila que aquele lugar serve para outros propósitos e não se desliga.
  • Se exercite! Se seu corpo não estiver cansado o suficiente, vai ser mais difícil pegar no sono. Se suas atividades diárias incluem muitas horas sentada no computador, talvez seja uma boa ideia fazer um pouco de exercício, quanto mais ativo seu dia for melhor vai ser sua noite de sono.

Espero que minhas dicas sejam úteis e que te rendam muitos dias felizes!

Beijinhos ❤